Blog

nome do post Fisioterapia e as Mulheres Escrito por:
Fisioterapia 20 de Março de 2017

No mês da mulher a nossa fisioterapeuta, Deise, conta no que a fisioterapia uroginecológica atua, para que assim as mulheres cada vez mais se sintam amparadas e tenham uma melhor qualidade de vida.

A fisioterapia uroginecológica trabalha o assoalho pélvico (conjunto de 13 músculos) que quando possui alguma disfunção pode levar à perda urinária, perda fecal, disfunções sexuais e prolapsos (reto, bexiga, vagina). Ou ainda, quando este músculo apresenta um aumento de tensão pode levar à retenção urinária, vaginismo e constipação.

Já a fisioterapia voltada para gestantes pode contribuir para diminuição de sintomas como: dores nas costas, especialmente na região lombar, inchaço nas pernas e por vezes nas mãos e em alguns casos dormência nas mãos e nos pés. Pode ser auxiliado o decorrer da gestação através de trabalhos quanto à respiração para o tão esperado momento do parto, exercícios de relaxamento, conscientização e o fortalecimento da musculatura do assoalho pélvico (períneo) que deve ser feito durante e após a gestação.

Entre estes campos de atuação a fisioterapia também atua em um ponto incômodo para muitas mulheres, a cólica, que é resultado de desequilíbrios (mecânicos, vasculares, neurológicos e/ou endócrinos). A terapia manual age na origem da dor. Por meio de técnicas uterinas específicas devolve a motilidade ao órgão e aos tecidos que o rodeiam, diminuindo e eliminado as queixas ligadas ao período.

Estes foram somente algumas opções citadas para atender a mulher por meio da fisioterapia, se você se identificou ou se tem outra disfunção, procure a integral e busque uma melhor qualidade de vida!

Compartilhe:
Comentários
Posts mais populares
Alimentação x TPM Nutrição
Categorias
Nutrição Fisioterapia Treinos Sustentável Integralização Psicologia
Instagram
Facebook