Blog

nome do post Fuja da Canelite Escrito por: adm
Fisioterapia 25 de Maio de 2016

Este assunto é muito popular entre os corredores, inclusive já escrevemos alguns textos sobre o tema, porém devido a importância, vamos abordar o tema novamente. Você já teve canelite? Quer saber o que é, como ela ocorre e como prevenir? Convidamos para a leitura:

A síndrome do estresse medial da tíbia ou periostite, popularmente conhecida como canelite, é uma dor que ocorre geralmente no terço inferior e medial da canela. É uma queixa comum em corredores, que pode aparecer quando há uma mudança no treino com o aumento de intensidade ou em pessoas que iniciaram a atividade. Você tem problema com a canelite? Leia e fuja da canelite Existem algumas explicações para a Canelite, uma delas é a contração excessiva do músculo tibial posterior que exerce uma tração no periósteo (tecido que reveste o osso) causando uma inflamação. Normalmente, quando o osso sofre um estresse ocorre uma remoção do tecido ósseo antigo e em seguida uma reposição de novas células, esse processo é chamado de remodelamento ósseo. Outra explicação seria uma falha nesse processo de remodulação óssea, ou seja, não ocorre a reposição celular na mesma velocidade que acontece a remoção, ocasionando lesões, podendo evoluir para micro fissuras no osso e até promover uma fratura por estresse. Algumas causas da Canelite são a má distribuição de carga durante a pisada, alteração postural, fraqueza dos músculos dos membros inferiores e alto impacto gerado pela corrida. Cuidados como manter o tronco reto durante a corrida, utilização do gelo na região dolorida, não correr com dor em excesso, exercícios de fortalecimento e alongamento dos músculos do membro inferior são algumas medidas que poderão prevenir e amenizar as dores.  

Escrito pela Fisioterapeuta Integral Greicy

AD Lopes, LCH Junior. Reabilitação das principais lesões relacionadas à corrida. CES Movimiento y Salud, 2013.

Compartilhe:
Comentários